você está lendo...
Prosa

Verbo Caído

Nunca vou me esquecer da chuva daquela tarde. Não era apenas ela que caía. Eu também me diluía, gota a gota, carne-viva escorrendo pelas grades dos esgotos. Parecia fácil, não fosse a dor que me tomava a cada gole que a terra bebia impiedosamente, sedentamente, rigorosa. Depois de me atirar em vários moinhos, resolvi não adiar mais o momento do fim. Levada pelos lençóis, caí desta vez no mar. Ali, fiz-me mártir, sangrei novamente, até secar nas dunas de sal. Fênix, renasci da areia e esqueci as cinzas. Lá fora ainda chovia e o fogo quente e úmido não conseguia me consumir completamente. Resolvi erguer-me, sem asas, e caminhar um pouco até que elas resolvessem aparecer e me levar.

Foi neste instante que te vi novamente. Pela sua sombra reconheci até o último fio de cabelo negro que me prendia. Era outro o corpo que te cobria, mas por baixo da pele a mesma luz cintilante e, acima, por fora, os mesmos fios negros, quase-antenas, que sempre me atraíam. Sem peso, e ainda sem asas, depositei-me ali mesmo, nos caracóis daquele ninho expressionista que cobria suas idéias mais excêntricas. Era ali o meu lugar, verbo caído não sei de onde. Nem nome tinha, nem palavra específica um dia fora. Mas tive casa, no seu pensamento.

Anúncios

Sobre Paola Giovana

Sou catalisadora, capricorniana e artista. Faço o que gosto: crio. Acredito que vá gostar. Sei que ao menos não ficará imune. Minhas armas são irresistíveis: cinema, design, música e literatura.

Discussão

2 comentários sobre “Verbo Caído

  1. eu gosto muito desse texto..acho ele interessantíssimo, e curioso, como uma fábula…haja inspiração! =)

    Publicado por carina | 19/06/2011, 17:38
  2. Este também é um dos meus preferidos! Não sei se tem o que uma fábula precisa ter. Acho que não… Mas gosto das evocações visuais e da mistura usada pra criar essas impressões. Apenas mais uma tentativa de organizar um caos interno! rs

    Publicado por Paola Giovana | 20/06/2011, 12:17

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Quem escreve

Ih! Falei!

  • Perceba o poder da edição e do design de som ao ver essa babá quase perfeita se transformar numa quase demônia vimeo.com/18189077 3 days ago
  • RT @citacao: de Sigmund Freud: Quando a dor de não estar vivendo for maior que o medo da mudança, a pessoa muda. 1 week ago
  • RT @citacao: de Nelson Mandela: Perdoem. Mas não esqueçam! 1 week ago
  • Qual o retorno que vc recebe de seus companheiros de curso sobre suas produções na universidade? Considerando algo diferente de "gostei"... 2 weeks ago
  • Um brinde a todas idéias brilhantes que já esqueci! Que elas voltem da sopa primordial como estrelas: um passado que ainda ilumina. 2 weeks ago

Coloque seu email para assinar este blog e receber novos textos por email

Junte-se a 2.008 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: